O programa Incorpora incentiva 1056 contratações laborais de pessoas em risco de exclusão em Portugal

O programa Incorpora incentiva 1056 contratações laborais de pessoas em risco de exclusão em Portugal

Alguns dos participantes durante a Jornada Incorpora 2019.

O Centro Cultural de Belém, em Lisboa, acolheu a Jornada Incorpora 2019 na qual foi apresentado o balanço do programa Incorpora Portugal.

Após a apresentação da jornada, Artur Santos Silva, membro do Patronato da Fundação ”la Caixa”, foi o responsável por apresentar o trabalho da Fundação ”la Caixa” em Portugal.

De seguida, António Valadas da Silva, presidente do IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional), falou da colaboração entre o programa Incorpora em Portugal e o próprio instituto; e Marc Simón, subdiretor-geral da Fundação ”la Caixa”, introduziu o trabalho do programa Incorpora no território.

O ato contou ainda com uma mesa redonda, na qual profissionais do Incorpora, representantes das empresas contratantes e utilizadores do programa partilharam as suas experiências.

Os números do êxito do programa Incorpora em Portugal

Desde o seu arranque em 2018, o programa Incorpora incentivou 1056 contratações laborais e atendeu 4184 pessoas em risco de exclusão social em Portugal.

Estes números foram possíveis graças à colaboração de 436 empresas portuguesas e ao trabalho das 46 entidades sociais e dos seus 92 técnicos de prospeção e de acompanhamento que, atualmente, desenvolvem o programa no território.

As entidades sociais, um dos pilares do programa Incorpora

O programa Incorpora é desenvolvido em Portugal graças ao trabalho em rede das entidades sociais que operam no território: Lisboa (14), Porto (9), Coimbra (5), Setúbal (5), Faro (5), Beja (3), Viseu (3) e Évora (2).

Graças a esta metodologia de trabalho colaborativa, as entidades partilham dinâmicas e ofertas de trabalho, através de uma plataforma informática, permitindo otimizar o seu trabalho e aumentar as possibilidades de contratação dos utilizadores. Na verdade, o êxito deste trabalho em rede permitiu aumentar o número de entidades Incorpora de 33 para 46 durante este ano de 2019, através de um processo de seleção no qual participou o Instituto do Emprego e Formação Profissional, que também presta apoio na implementação do programa Incorpora em Portugal.

As 46 entidades do Incorpora Portugal têm como objetivo promover a contratação de pessoas pertencentes a coletivos vulneráveis, como jovens em risco de exclusão, desempregados com mais de 45 anos ou pessoas com incapacidade.

O programa Incorpora, um nexo de união entre a oferta e a procura

O objetivo principal do programa Incorpora em Portugal é vincular as necessidades de contratação das empresas portuguesas com pessoas que estão à procura de um emprego. Por isso, esta iniciativa de inserção laboral da Fundação ”la Caixa” oferece às empresas a possibilidade de desenvolver a sua responsabilidade social corporativa através da contratação de pessoas em risco de exclusão, assim como informação relacionada com os incentivos e as bonificações daqueles que podem beneficiar.

O contacto entre as empresas portuguesas e os utilizadores do programa é feito através da figura do técnico Incorpora, fundamental para o êxito tanto da pessoa contratada como da empresa contratante.

Para isso, cada entidade compromete-se a ter um técnico de seguimento, que dará apoio personalizado a cada utilizador, acompanhando-o antes, durante e depois da contratação; e um técnico de prospeção empresarial, que identificará e visitará as empresas portuguesas interessadas em colaborar com o programa Incorpora.

O programa Incorpora é apenas uma das iniciativas que a Fundação ”la Caixa” desenvolve em Portugal desde a sua chegada ao país em 2018. Só durante 2019, destinou 20 milhões de euros a projetos sociais e educativos, de investigação e de divulgação cultural e científica.

Partilhar:

linkedin